O rap do paulista Edi Rock se encontra com o samba do carioca Xande de Pilares em “Corre, Neguin”, lançamento da Som Livre, disponível em todas as plataformas digitais.  O clipe, pela primeira vez gravado no Morro do Turano, no Rio de Janeiro. O vídeo retrata as fases da vida de um menino da comunidade correndo atrás de seu lugar ao sol, com produção da Usina e direção de Rafael Sousa.


Em homenagem ao Dia da Consciência Negra, Edi Rock e MC Pedrinho lançam “De Onde Eu Venho”, pela Som Livre. A origem do povo negro é o tema da música, que está disponível nas plataformas digitais. A música, que mistura rap e funk, é do próprio Pedrinho e tem produção de DJ Kalfani e DJ Cuca.

O clipe, que pode ser assistido no canal de Edi no YouTube, foi gravado em Salvador (BA), em pontos significativos da cidade para a história afrodescendente, e também na Vila Maria, em São Paulo, onde MC Pedrinho nasceu.


“Sonhos em Construção” tem participação de Simone Brown. Edi Rock assina a composição ao lado de Don Pixote e narra em forma de versos algumas lembranças da sua trajetória. A música, primeira lançada em parceria com a Som Livre, pode ser ouvida nas plataformas digitais e ainda ganha um clipe sob direção de Rafael Carvalho.

Gravado em um estúdio em São Paulo, o vídeo é ambientado com imagens que retratam momentos da vida real do artista. E ainda acompanha Edi Rock assistindo à sua própria história, como diz o trecho “desde que andava nessas ruas amava, vendo e conhecendo, sendo desbravadas. Em toda estrada que se percorreu, vejo o que brilhava e o que não morreu”.


A Caixa decidiu unir rappers e atletas patrocinados pelo banco em sua nova campanha para as Olimpíadas 2016. O vídeo de estreia do projeto batizado de "Sons da Conquista" traz Edi Rock, membro do grupo Racionais MC’s, cantando um rap poderoso que traz entre os versos o mote "Se eu cheguei até aqui é porque aqui é meu lugar".


“Special” tem participação de Alexandre Carlo, do Natiruts. A letra foi composta pelos dois, com colaboração de Don Pixote. Os efeitos são de Pedro Dash, com programação de Marcelinho Ferraz.

O video tem edição de Policeno e imagens e produção de Clayton Vasconcelos. Confira:


Postagens mais antigas